• Cereja

  • Uma cereja é o fruto de muitas plantas do gênero Prunus. As cerejas do comércio geralmente são obtidas de cultivos de um número limitado de espécies, como a cerejeira-brava (Prunus avium) e a cereja-ácida (Prunus cerasus, ou Ginja). A Ginja, de polpa bem mais firme, é usada na fabricação de conservas, compotas e bebidas licorosas, como o kirsch, ginjinha e o marasquino. As cerejas contém proteínas, cálcio, ferro e vitaminas A, B, e C. Quando consumida ao natural, tem propriedades refrescantes, diuréticas e laxativas. A cereja tem altas concentrações de antocianina, e é considerada um anti-inflamatório natural, prevenindo inflamações e acalmando dores no corpo. As sementes encontradas no interior da fruta têm propriedades vermífugas e diuréticas.
  • As cerejas são frutos pequenos e arredondados que podem apresentar várias cores, sendo o vermelho a mais comum entre as variedades comestíveis. A cereja-doce, de polpa macia e suculenta, é servida ao natural, como sobremesa. Como a cereja é muito rica em tanino, consumida em excesso pode provocar problemas estomacais, não sendo aconselhável consumir mais de 200 ou 300 gramas da fruta por dia.
  • Época de cultivo
  • Como a maioria das árvores de latitude moderada, as sementes de cereja requerem exposição ao frio para germinar (uma adaptação que evita a germinação durante o outono, o que resultaria na morte da muda pelas temperaturas de inverno). São plantadas no outono (após serem refrigeradas) e as mudas emergem na primavera.[2] Uma cerejeira levará de três a quatro anos no campo para produzir sua primeira safra de frutas e sete anos para atingir a maturidade plena.[2] Por causa da exigência de tempo frio, nenhum membro do gênero Prunus pode crescer em climas tropicais.
  • No hemisfério sul, as cerejas geralmente estão no auge no final de dezembro e são amplamente associadas ao Natal.
Compartilhe nas redes sociais ou indique para seus(suas) amigos(as)!

Curta e compartilhe Cereja.

aguarde enviando...