• Eretrina

  • Erythrina speciosa, conhecida popularmente como mulungu-do-litoral, corticeira, eritrina-candelabro, maçaranduba, murungu, muxoxo, pau-imortal, sananduva, saranduba, ou suinã, é uma árvore nativa do Brasil e frequentemente cultivada e introduzida na África e na Índia. Ela é polinizada por abelhas e beija-flores. Utilizada popularmente para jardinagem e paisagismo devido a suas flores vistosas, facilidade de crescimento e pequeno porte.
  • Erythrina speciosa possui folhas alternas espiraladas, estipuladas e estipeladas, compostas trifolioladas; folíolos ovalados a largamente ovais, cartáceos, lustrosos na face adaxial, com nervuras primárias e secundárias proeminentes de 15 a 28 cm de comprimento na face abaxial, além de inflorescências em racemos terminais curtos; flores vermelhas, zigomorfas, diclamídeas e anisostêmones. A árvore é bastante ornamental quando em flor. Floresce de junho a setembro com a planta totalmente sem folhas. A frutificação ocorre de outubro a novembro, entretanto permanecem na árvore por mais alguns meses.
Compartilhe nas redes sociais ou indique para seus(suas) amigos(as)!

Curta e compartilhe Eretrina.

aguarde enviando...